O aroma varietal do Sauvignon blanc tem sido objecto de estudo de numerosos trabalhos de investigação há vários anos; três compostos aromáticos pertencentes ao grupo dos tióis voláteis foram identificados como principais responsáveis pelo aroma varietal do Sauvignon blanc. O 4-mercapto-4-metil-2-pentanona (4MMP), o 3-mercapto-1-hexanol (3MH) e o acetato de 3-mercaptohexilo (A3MH), responsáveis pelas notas de buxo (4MMP, A3MH), e de genêt [parecido com o aroma reminiscente de urina de gato] (4MMP), de toranja (3MH) e de maracujá (3MH, A3MH) nos vinhos provenientes desta casta. Estes compostos estão igualmente presentes em vinhos provenientes de outras castas brancas tais como Gewürztraminer, Riesling, Colombard, Petit Manseng (Tominaga et al., 2000a) e igualmente em vinhos rosés provenientes das castas tintas Cabernet Sauvignon e Merlot (Murat et al., 2001a), assim como Grenache e Syrah (Cacho, 2004 ; Murat, 2005).
Documentos anexados