A vinha é uma planta perene. A escolha da casta e do porta-enxerto são, por isso, essenciais no momento da plantação; condicionam a qualidade do vinho produzido na parcela. O Chambre d’Agriculture de la Gironde investe há 30 anos na selecção do material vegetal, considerado como um instrumento de desenvolvimento duradouro. 1. Os esquemas de selecção A selecção é possível porque existe variabilidade numa mesma casta, como ilustra o esquema 1. Este representa o grau potencial em função do rendimento. Cada ponto representa um clone. Podemos ainda constatar que os valores dos rendimentos estão compreendidos entre 1,2 kg e 2,9 kg e os graus potenciais entre 9,9% vol. e 11,7% vol.
Documentos anexados