italianoenglishfrançaisdeutschespañolportuguês
Idioma
Pesquisa do site
  • » A Gestão da Vinha
  • » ANÁLISE DA RESPOSTA DA VINHA À APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE PRD - “PARTIAL ROOTZONE DRYING”.
  • Curso prático - 1 de abril de 2019, IVBAM - Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira
    Ao longo da ação de formação DEFEITOS SENSORIAIS DE VINHOS, serão provados vinhos (contaminados por moléculas), permitindo uma atualização e/ou aquisição do conhecimento sensorial relativamente a t...
    Publicado em: 12/03/2019

ANÁLISE DA RESPOSTA DA VINHA À APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE PRD - “PARTIAL ROOTZONE DRYING”.

Joan. Girona

A cultura da vinha para a produção de vinhos apresenta uma expressão muito particular em função da irrigação. A rega é necessária para obter boas produções, embora deva ser “moderada” para evitar que o ”excesso de irrigação” afecte negativamente a qualidade do vinho produzido. Esta afirmação, que é uma realidade na gestão da vinha deixa-nos, numa perspectiva mais científica, numa grande indefinição sobre o sentido da palavra “moderada”. Existe um bom número de trabalhos que ilustram os efeitos do défice hídrico durante as diferentes fases do ciclo anual da vinha, e as suas repercussões na produção, no crescimento vegetativo e na composição do mosto (Matthews, et al., 1987 e 1990; Matthews et Anderson, 1988 e 1989; McCarthy, 1997 e 2000) e que Goodwin (2002) sintetiza num trabalho de revisão. Além de contribuírem com informação científica pertinente, estes trabalhos evidenciam o possível interesse prático que pode ter a aplicação de stress moderado em certos momentos do ciclo anual. Com este objectivo diferentes estratégias de irrigação foram propostas, sendo de destacar nomeadamente: “Regulated Deficit Irrigation” (RDI) Chalmers et al., 1981; Mitchell et al., 1984), “Sustained Deficit Irrigation” (SDI) (Girona et al., 2002a) e “Partial Rootzone Drying” (PRD) (Loveys et al., 2000). Em todas estas estratégias pretende-se genericamente reduzir o crescimento vegetativo, melhorar a produção, melhorar a qualidade do mosto obtido e diminuir o custo da irrigação. No presente trabalho faz-se uma revisão da informação disponível sobre PDR, e uma análise dos possíveis factores envolvidos nas respostas obtidas.
Publicado em 26/06/2006
Páginas relacionadas
© Todos os direitos reservados
VAT: IT01286830334
ISSN 1826-1590
powered by Infonet Srl Piacenza
Política de privacidade
Este site utiliza cookies que são necessários para a finalidade descrita na política de cookies. Se quiser saber mais sobre cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner e ao navegar nesta página, clicando num link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, está a concordar com o uso e política de cookies.
Mais informaçãoOK

- A +
ExecTime : 1,09375