italianoenglishfrançaisdeutschespañolportuguês
Idioma
Pesquisa do site
  • » Artigos Técnicos
  • » ESTUDO ECOLÓGICO DAS ESTIRPES SACCHAROMYCES CEREVISIAE NUMA VINHA DA REGIÃO DOS VINHOS VERDES EM PORTUGAL

ESTUDO ECOLÓGICO DAS ESTIRPES SACCHAROMYCES CEREVISIAE NUMA VINHA DA REGIÃO DOS VINHOS VERDES EM PORTUGAL

Dorit Schuller a, Hugo Alves a, Sylvie Dequin b, Margarida Casal a

Vários estudos de âmbito ecológico usando métodos de identificação molecular relatam uma grande diversidade de padrões genéticos na flora de fermentação enológica. Numa certa região as estirpes S. cerevisiae estão largamente distribuídas [16-19] e podem ser encontradas em anos consecutivos [20-21] e há ainda estirpes predominantes na flora de fermentação [2,22] o que apoia a ideia que estirpes específicas estão associadas ao conceito de “terroir”. Algumas leveduras de arranque “starters” são hoje largamente utilizadas uma vez que possuem boas capacidades fermentativas e enológicas, contribuindo para a padronização do processo de fermentação e aumento da qualidade do vinho. Nos anos a seguir à publicação da sequência do genoma S. cerevisiae [23] foram demonstradas substanciais diferenças genéticas entre as estirpes de leveduras [24-26]. Por isso, a exploração da biodiversidade das estirpes de fermentação indígenas pode dar um importante contributo para a percepção e selecção de estirpes com fenótipos específicos. O objectivo do presente trabalho é determinar a biodiversidade da flora de fermentação nas vinhas da Região de Vinho Verde, no sentido de definir estratégias em futuros programas de selecção de estirpes. Outro objectivo é definir uma colecção de estirpes que possa contribuir para a preservação dos recursos genéticos de S. cerevisiae.
Publicado em 07/12/2005
Páginas relacionadas
© Todos os direitos reservados
VAT: IT01286830334
ISSN 1826-1590
powered by Infonet Srl Piacenza
Política de privacidade
Este site utiliza cookies que são necessários para a finalidade descrita na política de cookies. Se quiser saber mais sobre cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner e ao navegar nesta página, clicando num link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, está a concordar com o uso e política de cookies.
Mais informaçãoOK

- A +
ExecTime : 2,421875