italianoenglishfrançaisdeutschespañolportuguês
Idioma
Pesquisa do site
  • » Novidades
  • » Alexandre Hervé, Universidade de Borgonha, vencedor do Prémio ENOFORUM 2020

Alexandre Hervé, Universidade de Borgonha, vencedor do Prémio ENOFORUM 2020

Está terminado o processo de seleção dos trabalhos científicos candidatos ao PRÉMIO ENOFORUM 2020, um concurso dedicado à investigação internacional que visa promover o diálogo entre a investigação e a produção no sector vitivinícola. Nesta edição participaram 35 trabalhos científicos de 21 grupos de investigação, dos quais, 14 foram selecionados pelo Comité Científico para serem apresentados oralmente no Enoforum 2020.

A edição espanhola do Enoforum 2020 estava planeada para decorrer em Saragoça nos dias 7 e 8 de maio, mas a emergência da COVID obrigou ao seu cancelamento no formato presencial. No entanto, com a experiência adquirida pela equipa Vinidea nos últimos anos na realização de webinars, foi possível transferir quase todo o conteúdo originalmente planeado para o evento digital de 12 horas, renunciando apenas às provas de vinho e aos espaços de exposição. A apresentação dos candidatos selecionados teve lugar no Enoforum Web, o primeiro congresso virtual do mundo do vinho, com grande impacto entre os técnicos de língua espanhola, e que reuniu com grande sucesso a participação de mais de 2000 inscritos.

A peculiaridade deste reconhecimento é o papel primordial dado aos viticultores e enólogos na hora de definir os vencedores, após uma fase prévia de seleção por um Comité Científico qualificado constituído em 2020 por 47 cientistas do sector, dos quais 26 espanhóis, 15 europeus e 8 países fora da europa.

O prémio foi concedido a Alexandre Hervé, da Unité Mixte de Recherche Procédés Alimentaires et Microbiologiques (PAM), da Universidade de Borgonha (França), que apresentou a investigação "Bioproteção em enologia: uma alternativa real aos sulfitos?" são coautores Scott Simonin, Chloé Roullier-Gall, Jordi Ballester e Raphaëlle Tourdot-Maréchal. O trabalho, realizado entre 2006 e 2009, estuda a adição antecipada de microrganismos como leveduras e bactérias às uvas colhidas ou ao mosto previamente à fermentação para permitir a redução da adição de sulfitos.

O prémio de 2500 euros destina-se ao fundo de investigação do vencedor, sendo financiado pelos Laboratórios Excell Ibérica S.L. finalistas da edição 2020 do Prémio Enoforum, com as melhores pontuações:

  • Aplicações do quitosano na vinha e impactos na expressão genética – Rupesh Singh, Virgílio Falco, Isaura Castro, Fernanda Cosme, Ana A. Oliveira, Centro de Química de Vila Real, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal)
  • Tecnologia para recuperar e modular o aroma perdido durante a fermentação alcoólica – Lorenzo Guerrini, Alessandro Parenti, Università degli Studi di Firenze (Itália)
  • Medição do potencial hídrico: quando, onde e porquê – Luis Gonzaga Santesteban García, Universidad Pública de Navarra; Diego S. Intrigliolo, CEBAS-CSIC; José M. Mirás-Avalos, CITA-Aragón; José M. Escalona, Universidad Illes Balears; Amelia Montoro, ITAP-Albacete (Espanha)
  • Higienização de uvas através de Luz Pulsada – Antonio Morata, Aitana Santamera, Iris Loira, María A. Bañuelos, Cármen González, ETSIAAB - Universidad Politécnica de Madrid (Espanha)

 

A entrega oficial dos prémios está prevista no programa do congresso ENOMAQ 2021, 9 a 11 de fevereiro de 2021, na Feria de Zaragoza (Espanha).

Os vídeos das palestras do Enoforum serão publicados durante os próximos meses na revista internet http://www.infowine.com

--------------------------------------------

O PRÉMIO ENOFORUM "investigação para o desenvolvimento" é atribuído com base na avaliação realizada pelos técnicos do setor. O processo de seleção inclui três fases:

  • Os resumos das investigações apresentadas são avaliados anonimamente pelo Comité Científico segundo o critério "grau de inovação e interesse do tema tratado".
  • Os trabalhos que recebem as melhores pontuações estão incluídos no programa do Enoforum, onde os técnicos que participam avaliam segundo o critério "utilidade para o desenvolvimento da produção vitivinícola". Os cinco melhores trabalhos classificados compõem o grupo finalista.
  • Revisão científica: os trabalhos escritos pelos finalistas são revistos por um painel de especialistas selecionado entre o Comité Científico, que avaliam o "valor científico" da investigação.

O Prémio Enoforum 2020 é apoiado pelos Laboratorios Excell Ibérica S.L, empresa criada em 2008 em Logroño, La Rioja, graças à cooperação de figuras conhecidas do mundo do vinho francês e espanhol. Mais do que um laboratório de análises, a Excell Ibérica partilha a sua experiência e aconselhamento com os profissionais da indústria vitivinícola e agroalimentar para que o produto final esteja sempre ao nível dos critérios de qualidade mais exigentes do mercado, garantindo um maior sucesso à adega.

Publicado em 27/07/2020
Fotos
Páginas relacionadas
© Todos os direitos reservados
VAT: IT01286830334
ISSN 1826-1590
powered by Infonet Srl Piacenza
Política de privacidade
Este site utiliza cookies que são necessários para a finalidade descrita na política de cookies. Se quiser saber mais sobre cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner e ao navegar nesta página, clicando num link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, está a concordar com o uso e política de cookies.
Mais informaçãoOK

- A +
ExecTime : 1,359375