italianoenglishfrançaisdeutschespañolportuguês
Idioma
Pesquisa do site
  • » Novidades
  • » Saúde das plantas: uma abordagem fitossanitária sustentável

Saúde das plantas: uma abordagem fitossanitária sustentável

No panorama atual, com uma exigência alimentar cada vez maior, a proibição crescente de inúmeras matérias ativas e a necessidade prevalente de maximizar a produção agrícola posicionam o setor da biotecnologia vegetal como uma das linhas de estudo com maior potencial. Um dos objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável é a obtenção de plantas saudáveis ??e ao mesmo tempo a proteção do meio ambiente. Neste contexto, o diagnóstico preciso e precoce é fundamental na hora de prescrever um produto fitossanitário específico e de forma controlada, diminuindo a disseminação da praga ou doença, evitando perdas pelo aumento, da utilização de pesticidas ou da produtividade das culturas.

A utilização de produtos fitossanitários e fertilizantes tem como principais consequências negativas a redução da biodiversidade e a contaminação do solo e da água. Contrariamente, a utilização regular de bioestimulantes gera uma melhoria na qualidade dos produtos agrícolas sem comprometer o meio ambiente e, contribuindo deste modo para uma maior sustentabilidade do setor agrícola. De acordo com o European Biostimulants Industry Council (EBIC), um bioestimulante compreende várias formulações de compostos, substâncias, microrganismos e outros produtos, que são aplicados nas plantas ou solos, para regular e melhorar os processos fisiológicos das culturas (absorção e assimilação de nutrientes, tolerância ao stress biótico ou abiótico), tornando-os mais eficientes e melhorando algumas características agronómicas.

O papel dos microrganismos na saúde das plantas é bem conhecido. Nos microbiomas, Trichoderma é um dos endófitos mais abundantes isolado de plantas saudáveis. O sucesso deste microrganismo e a sua utilização como bioestimulante deve-se à sua elevada capacidade de crescimento, eficiência na utilização de nutrientes, capacidade de modificar a rizosfera, atividade antagónica contra fungos patogénicos e eficiência na promoção do crescimento das plantas, bem como, estimulação das defesas.

Concomitantemente, os extratos vegetais têm múltiplas propriedades benéficas que têm sido utilizadas desde os primórdios. Tendo em conta a nossa atual biodiversidade como potencial recurso, é possível elaborar extratos naturais de plantas com o objetivo de desenvolver produtos para aplicação em plantas ou solos, que melhorem e regulem os processos fisiológicos das culturas, tornando-as mais eficientes e produtivas.

O recém-nascido  projeto Proplantae  orientado por Vanesa Redondo Fernández, doutorada em Biotecnologia pela Universidade de Vigo, com significativa experiência em diversos centros de investigação na área da fitopatologia e em particular no biocontrolo, oferece às empresas produtos e serviços de forma a contribuir para culturas mais sustentáveis.

Para isto, oferece um serviço de diagnóstico dos agentes envolvidos nas patologias e na prescrição de tratamentos, priorizando os tratamentos de natureza biológica aos químicos, simultaneamente com um aconselhamento personalizado que inclui visita às parcelas, recolha de amostras e acompanhamento. Oferece ainda, serviços de isolamento in situ de microrganismos com potencial atividade antagónica, diagnóstico e isolamento de todos os tipos de estirpes fúngicas, cultivo e conservação de culturas. Para mais informações visite https://proplantae.es

Figura 1: Doenças da videira sintomas a: oídio, b: míldio, c: doenças do lenho; imagens microscópicas d: míldio, e: oídio; culturas puras de microrganismos: f : Botrytis cinerea, g; Phyllosticta ampelicida, h: Neofusicoccum parvum.

Publicado em 12/07/2021
Fotos
Páginas relacionadas
© Todos os direitos reservados
VAT: IT01286830334
ISSN 1826-1590
powered by Infonet Srl Piacenza
Política de privacidade
Este site utiliza cookies que são necessários para a finalidade descrita na política de cookies. Se quiser saber mais sobre cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner e ao navegar nesta página, clicando num link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, está a concordar com o uso e política de cookies.
Mais informaçãoOK

- A +
ExecTime : 1,71875