italianoenglishfrançaisdeutschespañolportuguês
Idioma
Pesquisa do site
  • » Outros
  • » Opinioni
  • » VINHOS DE FÉRIAS – VINHOS DA MINHA INFÂNCIA… por Laurent Dulau

VINHOS DE FÉRIAS – VINHOS DA MINHA INFÂNCIA… por Laurent Dulau

Neste período estival dedicado ao “farniente”, quero contar-vos uma experiência gustativa repleta de emoção vivida em Procida, uma das três ilhas (com Capri e Ischia) da baía de Nápoles. Não é necessário relembrar que Itália é um país com uma gastronomia de reputação mundial. Na região de Campania, a pizza, as massas de marisco e o peixe são as especialidades locais. Nada mais natural do que acompanhar estes deliciosos pratos com um vinho branco, sob o caramanchão em frente ao Vesúvio. Aqui, a minha cultura báquica e a minha preferência por vinhos bastante vivos e reduzidos fazia-me temer o pior sob climas tão pouco compatíveis com a produção deste tipo de branco. Receio este que aumentou ainda mais quando fomos comprar à mercearia da esquina um vinho branco da ilha e o merceeiro nos trouxe, dos fundos da mercearia, garrafas de plástico de água mineral cheias de um líquido de cor dourada. Qual não foi o meu espanto quando, na prova, descobri um vinho fresco e frutado que se bebe como limonada (na ordem dos 8 ou 9% de álcool, não mais), um daqueles vinhos dos quais se podem beber litros (sem esquecer que o consumo de álcool deve ser moderado, como todos dizem) sem ficar com tremuras. Um vinho como o que fazia e consumia o meu avô antes de ir trabalhar para o campo. Viva o vinho das férias, viva o vinho da minha infância. Para os enólogos curiosos, este delicioso vinho é produzido a partir de uma casta chamada Falanghina (http://fr.wikipedia.org/wiki/Falanghina). Para os profissionais do marketing à procura de um mercado, há uma procura para este tipo de vinho, ainda que algumas experiências anteriores não se tenham concretizado num sucesso comercial.
Publicado em 29/09/2010
Páginas relacionadas
    “PORTUGAL. A MINHA PRIMEIRA ESCOLHA”……… TAMBÉM NOS VINHOS
    Marco RODRIGUES, AEP, marodrigues@aeportugal.com
    A viticultura portuguesa representa aproximadamente 50% do setor agrícola nacional, regista cerca de 13.000 empresas em exercício e produz cerca de 7,2 milhões de hectolitros de vinho, cujas receit...
    Publicado em:13/01/2011
    Gianni Trioli, VINIDEA Itália
    Nos últimos tempos são frequentemente realizados congressos, artigos e discussões sobre as alterações climáticas. Recentemente, foram organizados dois congressos em Zaragoza, o XIX Encontro Científ...
    Publicado em:28/06/2007
    Gianni Trioli, VINIDEA ITÁLIA
    Depois do interesse demonstrado pela 1ª edição em 2006, foi anunciada há algumas semanas a II Conferência Internacional sobre Alterações climáticas e Vinho, que terá como convidado especial Al Gore...
    Publicado em:23/11/2007
    Jamie Goode, Jornalista, Londres
    Ler o futuro numa bola de cristal é algo que não está ao alcance de todos. Além disso, alguém que tenha um talento real para o fazer, não terá necessidade de voltar a trabalhar. Torna-se, assim, di...
    Publicado em:12/02/2008
    Matteo Marenghi
    Os prognósticos de evolução da Vinexpo não previam que a actual crise económica mundial provocasse consequências profundas até 2012. Assim, as observações sobre os volumes globais não acrescentaram...
    Publicado em:11/05/2009
    ONDE ESTÁ PORTUGAL?...por Paulo Ramos
    Viagem de estudo | Hong Kong e China, Vinho e Mercado | 24 Maio – 2 de Junho de 08
    Foi com muito prazer que acedi ao pedido da VINIDEAs para escrever o artigo que se segue. Inicialmente, pensei em fazer uma descrição pormenorizada de toda a viagem: descrever a realidade vitiviníc...
    Publicado em:26/06/2008
© Todos os direitos reservados
VAT: IT01286830334
ISSN 1826-1590
powered by Infonet Srl Piacenza
Política de privacidade
Este site utiliza cookies que são necessários para a finalidade descrita na política de cookies. Se quiser saber mais sobre cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner e ao navegar nesta página, clicando num link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, está a concordar com o uso e política de cookies.
Mais informaçãoOK

- A +
ExecTime : 3,390625